SOBRE NÓS

casa_amanhecer

A Casa
MONTEZ CHAMPALIMAUD

Um ícone do Douro

Para contar a história da casa Montez Champalimaud é preciso viajar até ao séc. XIV, altura em que surgiram os primeiros registos da família no Douro e na região dos Vinhos Verdes, onde mantém até hoje as suas propriedades. Durante séculos, a produção era praticamente toda dedicada ao vinho do Porto, havendo, no entanto, registos de produção de vinhos branco e tinto, apenas para consumo exclusivo da família.

 

 

Geração Após Geração

A paixão pela terra e pelo vinho levou a família, em 1922, a oficializar a empresa Montez Champalimaud, marcando o início do negócio vitivinícola que viria a mudar os paradigmas do vinho em Portugal. A esta herança secular, a casa Montez Champalimaud foi sempre capaz de implementar uma constante política de inovação, orgulhando-se de produzir vinhos intemporais e de elevada qualidade.

A Nossa Equipa

A Nova Geração

miguel

Miguel Champalimaud

Director Executivo
A Montez Champalimaud é gerida, desde 2017, por Miguel Mendia Montez Champalimaud – filho de Miguel Champalimaud e neto de Carlos de Sommer Champalimaud. O testemunho foi passado pelo seu pai com quem partilha, além do nome, a enorme paixão pela terra e pelo vinho. Miguel Mendia Montez Champalimaud nasceu e cresceu na Quinta do Paço de Teixeiró e na Quinta do Côtto, tendo uma profunda ligação com estas terras e património. Nas suas memórias de infância recorda os domingos com o avô Carlos, com quem entrou no mundo dos vinhos. Hoje, à frente do negócio, tem como principal objetivo continuar a produzir vinhos de excelência, e devolver a notoriedade a um dos maiores ícones da região do Douro, o Quinta do Côtto. Além deste projeto, é também responsável pelos vinhos Paço de Teixeiró, no limite da região dos Vinhos Verdes, propriedade que está na família há várias gerações.
joao

João Grave

Director de Produção
Jovem e com uma visão moderna, João Grave assume a responsabilidade de continuar o legado secular da casa Montez Champalimaud. Licenciado em Engenharia Agronómia pelo ISA, Instituto Superior de Agronomia, concluiu também aí o Mestrado em Viticultura e Enologia. A sua experiência nacional passou por empresas de renome como a Quinta de Chocapalha, região de Lisboa, onde realizou duas vindimas e a Encosta do Sobral onde estudou o efeito das intervenções em verde na vinha na qualidade da uva e do vinho, para realização da sua tese de Mestrado. No ano de 2013 passou por Clare Valley na Austrália, onde realizou um estágio de vindima na Kirrihill Winery e ainda no mesmo ano viajou até à Califórnia onde integrou a equipa de vindima da conceituada Chalk Hill Estate Winery, na região de Sonoma. Durante seis anos fez parte da equipa de enologia da Casa Santos Lima e é desde Maio de 2020 o Director de Produção da Montez Champalimaud.